Café de Lançamento do Feirão de Imóveis 2017 – Foz do Iguaçu

Setor imobiliário do oeste paranaense vive sua melhor fase CAIXA confirma que financiamento habitacional cresce em média seis por cento a cada trimestre e recursos não faltam.

O setor imobiliário e o da construção civil do oeste do Paraná estão na contra- mão da crise, não estão paralisados em função dos acontecimento governamentais e confiam na recuperação econômica e política do Brasil.

A afirmação foi feita ontem pelo imobiliarista Luiz Antonio Langer, presidente estadual do Sindicato da Habitação e dos Condomínios do Paraná no lançamento da nona edição do Feirão de Imóveis 2017 – CAIXA, etapa de Foz do Iguaçu. “O momento de dificuldades que atinge o setor político da nação não está afetando o setor imobiliário da região oeste do Paraná e nem inibindo a continuidade dos investimentos em moradias. O momento é esse e sempre será vantajoso investir em imóveis”, destacou Langer.

Para o imobiliarista, as principais cidades do Paraná estão dotadas de empresas imobiliárias solidas e comprometidas com o desenvolvimento do Estado e da Nação. Lembrou que o País está dando mostras de crescimento econômico e social “e a CAIXA vem afirmando que recursos não irão faltar para investimentos em novos projetos habitacionais”, mostrou apontando dados estatísticos em nível estadual que mostram a movimentação das incorporadoras, imobiliárias, investidores e o crescimento do volume de financiamentos para o setor. “O Feirão de Imóveis 2017 vem confirmar esta assertiva com uma carteira de aproximadamente 4 mil imóveis novos e usados com preços e condições especiais”, disse.

A gerente regional da CAIXA em Foz do Iguaçu, Cecília Elisabete Novak, confirmou os índices de crescimento do mercado imobiliário e o de financiamento na ordem de seis por cento no primeiro trimestrede 2017 e mostrou que o comprador está mais exigente e os gerentes financeiros mais seletivos. “Recursos para o setor habitacional e de projetos para novas moradias não irão faltar. Estamos cobrando dos empresários novos projetos para atender um gama muito grande de compradores”, destacou Cecília Novak. Para ela o Feirão de Imóveis tem um efeito multiplicador e a cada ano a CAIXA colhe novos e melhores resultados, tendo como colaboradores de ponta as empresas de compra e venda de imóveis.

O vice-presidente do SINDUSCON Paraná Oeste, Antonio Paulo Galvão Natucci, também destacou a importância do Feirão de Imóveis nas três principais cidades do oeste do Paraná e justificou o apoio e a participação ativa da entidade. “É uma parceria que caminha para sua primeira década de importância fundamental no processo de colocação dos imóveis edificados pelas empresas construtoras e incorporadoras”, disse Natucci,mostrando que mais de 4 mil imóveis estarão a venda incluído os lançamentos conhecidos como “imóveis na planta”.

Ao declarar aberto o circuito de Feirão de Imóveis 2017 nas cidades de Foz do Iguaçu, Toledo e Cascavel no período de 23 á 25 de junho, Jilson José Pereira, vice-presidente do Secovi-PR e responsável pela Regional Cataratas destacou a importância do apoio da CAIXA. “A CAIXA tem papeis fundamentais na realização do Feirão de Imóveis coordenados pelo Secovi-PR. Primeiro pela sua participação financeira promovendo o evento. Em segundo, pelo trabalho e representatividade que seus agentes que dentro do feirão, agilizam os negócios, facilitam os financiamentos habitacionais e orientam os futuros compradores e investidores”, disse.

Amanhã o lançamento do Feirão de Imóveis 2017 acontece na cidade de Toledo, a partir das 08 horas da manhã no auditório da ACIT, Associação Comercial e Industrial de Toledo. Na quarta-feira será a vez de Cascavel realizar o lançamento do evento no Clube Comercial, a partir das oito horas da manhã, com a presença confirmada de autoridades municipais e estaduais, empresários do setor de habitação e profissionais da área.

Seguem fotos

Comentários

comentários